Cabelos molhados, quais os mitos?

| |

Como lidar com os fios ainda úmidos: tudo que você sempre se perguntou se era mito ou verdade.

Que atire a primeira pedra a mulher que nunca ouviu da mãe ou da avó um “você vai ficar doente se dormir com esse cabelo molhado, menina!”

E de tanto repetir e passar adiante essa frase da vovó, criou-se o mito de que esse hábito prejudica a saúde, especialmente dos fios, podendo até gerar fungos no couro cabeludo. Mas, diversos tricologistas já desmentiram essa afirmação, e disseram que o surgimento de fungos nos cabelos só ocorrem se a pessoa já tiver alguma deficiência imunológica. Portanto, fique sossegada! O único problema será que ele irá secar de uma forma não muito uniforme, então provavelmente você terá mais trabalho para deixá-lo do seu gosto pela manhã.

E a temida gripe? Pode tranquilizar a vovó…  foi realizado um estudo pelo pesquisador Ron Eccles, que afirma “que as pessoas que passaram maior parte do tempo com o corpo mais fresco por conta da umidade tiveram maior propensão aos sintomas de resfriado”, mas isso não comprova que dormir com os cabelos molhados, obrigatoriamente, irá lhe provocar gripes.

Deixa solto!

Prender os cabelos ainda úmidos é outro hábito muito comum, especialmente para as mulheres que têm uma rotina mais intensa, ou que saem direto da academia para o trabalho, etc… Mas fique atenta! Esse costume pode, sim, contribuir para danos nas madeixas, entre eles a queda. A umidade deixa os fios mais fragilizados, podendo causar, além da queda, uma descamação no couro cabeludo e as caspas. Quem já sofre com a caspa, pode ter o problema intensificado.

Nada de chapinha

Embora no mercado tenha alguns aparelhos indicados especialmente para o uso nos cabelos ainda molhados, os especialistas não indicam finalizar o penteado com chapinha nos fios umedecidos. O aparelho quente, quando em contato com o fio sem que esteja seco, acaba “fritando” o cabelo, deixando-o desidratado.

Rainha do banho

Lavar o cabelo todos os dias faz mal? É mito! Esse hábito não causa a queda capilar, como muita gente afirma. O único cuidado é evitar os banhos “quentes-fervendo”. Pois a água muito quente proporciona oleosidade no couro cabeludo.

Anterior

Ilumine o cabelo

Transição capilar

Próximo

Deixe um comentário